[Resenha]: "Big Rock", de Lauren Blakely





A história se passa em Nova York e é contada por Spencer Holiday, um playboy que, apesar de vir de uma família rica, conseguiu sua própria mina de ouro depois de criar um popular aplicativo de paquera. Além isso, ele administra três bares de sucesso em Manhattan, junto com Charlotte Rhodes, sua melhor amiga desde a época da faculdade.

O pai de Spencer é dono de uma famosa cadeia internacional de joalherias, que planeja vender para poder se aposentar e viajar pelo mundo com a esposa. O comprador interessado é um empresário muito conservador, apegado aos valores familiares, e não escondeu a insatisfação com a reputação de Spencer. Para evitar que as suas confusões românticas estraguem os negócios do pai, Spencer forja um noivado com a amiga e sócia Charlotte. O plano é que a mentira dure apenas uma semana, tempo necessário para que seu pai e o pretenso comprador finalizem o negócio. 

Quando pediu que Charlotte fingisse ser sua noiva, o playboy acreditava que poderia passar pela experiência toda sem que nada mudasse na vida dele. Mas algo estranho e desconhecido, começou acontecer: quanto mais ele ficava com Charlotte, mais ele queria ficar; quanto mais ele tinha dela, mais ele queria ter. Entre tantas mulheres, Charlotte foi a única que o fez sentir coisas que jamais havia sentido. Assim, tendo a mulher dos sonhos ao lado, o noivado inventado se transformou rapidamente em uma ardente e verdadeira história de amor.

Eu gostei da trama, principalmente porque ela é contada do ponto de vista masculino. Spencer e Charlotte são engraçados, doces, apaixonantes e apaixonados. Eles foram feitos um para o outro e a química quentíssima entre eles aquece o coração da gente. Vale a pena conferir.


Título nacional: Big Rock
Título original: Big Rock
Autor: Lauren Blakely
Tradutor: Fábio Maximiliano
Nº de Páginas: 223
Ano de lançamento no Brasil: 2017
Editora: Faro Editorial
Gênero: Romance

Comentários