Sobre os filhos...


Teus filhos não são teus filhos
São filhos e filhas do anseio da Vida por si mesma.
Vêm através de ti, mas não de ti,
E ainda que estejam contigo, não te pertencem.
Podes dar-lhes teu amor, mas não teus pensamentos.
Podes abrigar seus corpos, mas não suas almas,
Pois suas almas habitam a casa do amanhã, 
que não podes visitar, nem mesmo em teus sonhos.
Podes tentar ser como eles, mas não tentar fazê-los como tu.

A vida não regride nem brinca com o ontem.
És o arco através do qual teus filhos, como setas vivas,
são lançados adiante.
O Arqueiro vê a marca na trajetória do infinito,
e Ele se curva contigo, poderoso,
para que Suas setas possam voar rápido e bem longe.
Ao te curvares na mão do Arqueiro, que seja com alegria;
pois assim como Ele ama a seta que voa,
ama também o arco que é estável.

Khalil Gibran



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você por aqui!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique à vontade!
Bjs da Cris!