O fim...


O amor, tão nobre, tão denso, tão intenso, acaba. 
Rasga a gente por dentro, 
faz um corte profundo que vai do peito até a virilha, 
o calor acaba e só resta o frio, 
o amor se encerra bruscamente porque de repente 
uma terceira pessoa surgiu ou simplesmente 
porque não há mais interesse ou atração, 
sei lá, vá saber o que interrompe um sentimento, 
é mistério indecifrável.

Martha Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!