Sem pressa...


Associamos diversas palavras ao amor:
paixão, romance, sexo, adrenalina, palpitação.
Esquecemos, no entanto, da palavra que viabiliza esse sentimento: paciência.
Amor sem paciência não vinga.
Amor não pode ser mastigado e engolido com emergência, com fome desesperada.
É preciso degustar cada pedacinho do amor,
no que ele tem de amargo e de saboroso,
no que ele tem de duro e de macio, os nervos do amor, as gorduras do amor,
as proteínas do amor, as propriedades todas que ele tem.
É uma refeição que pode durar uma vida.

Martha Medeiros


Crédito da imagem: loveliegreenie


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!