[Resenha]: "Meu Amor Absoluto", de Gabriel Tallent

 






Esta resenha contém spoiler.


Turtle Alveston tem 14 anos e mora com o pai, Martin, no norte da Califórnia, em uma casa isolada e muito velha, próximo à floresta e ao mar. Apesar de frequentar a escola, a maior interação social da garota é com o pai, um sociopata que tem tendências filosóficas estranhas e obsessão por armas. Por acreditar que o mundo está ameaçado por um apocalipse, estocou comida suficiente para sobreviver e ensinou Turtle a atirar, para que ela possa se defender. Sem se dar conta de que o maior perigo da filha é ele próprio, que abusa dela física, emocional e sexualmente. 

Fiquei muito incomodada com o enredo, que tenta amenizar a culpa do pai molestador, mostrando uma filha que não se opõe e até gosta da relação incestuosa. A verdade é que a garota foi condicionada a consentir. Os princípios morais distorcidos do pai, causam uma imensa confusão na cabeça da filha. Ela encontra-se perdida em meio a sentimentos e desejos equivocados, e dividida por tentar conciliar lealdade e amor, com o ódio latente que a situação desperta. Turtle tem noção que está inserida numa dinâmica familiar errada, num tipo de psicose compartilhada, e começa a questionar isso de verdade quando conhece Jacob, um divertido e amoroso garoto, que a faz vislumbrar um mundo novo. O plano para escapar de Martin ganha força e é bem sucedido, quando finalmente é colocado em prática, graças às habilidades de sobrevivência que Turtle aprendeu com ele.

Apesar dos esforços do autor, não consegui ver amor neste pai. Achei a história difícil de ler, especialmente as cenas de agressão sexual. Quando se aborda tema tabu espera-se um filtro, que aqui não foi usado. Na verdade, violência é o que não falta na trama. Some-se a isso, o incômodo de ter o ritmo da leitura quebrado várias vezes por descrições exageradamente detalhadas de armas, e da fauna e a da flora locais. Há também um certo exagero na utilização de metáforas esquisitas e expressões pouco usuais, o que rendeu vários acessos ao dicionário. Quando eu fechei o livro, estava cansada e chateada por ter passado por uma experiência de leitura sem encontrar nada de bom. Daí, lembrei, um pouco aliviada, de uma coisa que tinha gostado muito: a capa. E isso é tudo. 


Título nacional: Meu Amor Absoluto
Título original: My Absolute Darling
Autor: Gabriel Tallent
Tradução: Cecília Camargo Bartalotti
Nº de Páginas: 378
Formato: E-book
Data de lançamento no Brasil: 2021
Editora: Verus
Gênero: Suspense

Comentários