[Resenha]: "Lágrimas de Amor e Café", de Babi A. Sette





No início do século passado a Itália passou por uma grave crise econômica e, por isso, muitos italianos vieram para o Brasil para trabalhar nas fazendas de café, substituindo de forma eficaz e barata a mão de obra escrava recém extinta. Vincenzo, o protagonista de “Lágrimas de Amor e Café”, é um desses imigrantes.

A bela Angelina também veio da Itália para o Brasil, mas por motivo diferente. Ela aceitou, para agradar a família, o casamento arranjado com Pedro Guimarães, um barão do café riquíssimo, muito mais velho que ela, e que após o enlace se mostrou violento, controlador e prepotente.  Uma relação extremamente frustrante para uma menina ingênua que sempre acreditou no amor.

A vida infeliz de Angelina começa a se transformar quando ela esbarra com Vincenzo, trabalhando na fazenda do seu marido. O rapaz é doce, sonhador e desperta o que há de melhor em Angelina. Logo surge, entre eles, uma paixão secreta que tem tudo para terminar em tragédia... ou não.

“Lágrimas de Amor e Café” conta a história de um amor proibido, repleto de cumplicidade e desejo. É uma trama ao mesmo tempo delicada e forte, com um leve clima de suspense; ingredientes perfeitos para envolver o leitor. Só senti falta de um pouco mais de informação e entrosamento dos personagens secundários com a trama. Por conta disso, eu queria, por exemplo, ter odiado mais os vilões, mas não consegui. 😉

Título: Lágrimas de Amor e Café 
Autora: Babi A. Sette
Nº de Páginas: 505 
Formato: eBook Kindle 
Ano de lançamento: 2019
Editora: Verus
Gênero: Romance de época brasileiro

Outros livros da Babi A. Sette que eu li e resenhei:
Não Me Esqueças
A Promessa da Rosa
Senhorita Aurora
O Despertar do Lírio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você por aqui!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique à vontade!
Bjs da Cris!