[Resenha]: "A Única História", de Julian Barnes





Em "A Única História", de Julian Barnes, vamos conhecer Paul, um estudante universitário de 19 anos, que no início dos anos 1960 se apaixonou por Susan, uma mulher casada de 48 anos, que tinha duas filhas mais velhas do que ele. Susan foi o primeiro e único amor de Paul. Um amor profundo e complexo que moldou toda a sua vida. 

O romance é dividido em três partes. A primeira é escrita em 1ª pessoa e descreve o início da história de amor. É uma fase de contentamento e entusiasmo. A segunda parte é escrita em 2ª pessoa e lida com a crise do relacionamento, quando este começa a se transformar em um fardo. A angústia e a decepção de Paul ao se ver preso a um problema insolúvel, marcam o período. A 3ª parte, escrita em 3ª pessoa, mostra como anda a vida de Paul anos depois, distanciado de Susan, desapaixonado, mas ciente de que a experiência que viveu com ela foi tão especial que resultou na única história que importa.

Eu gostei bastante do livro, achei a história ao mesmo tempo terna e intensa, além de ter me  identificado com as muitas citações e reflexões de Paul sobre a vida e o amor.


Título nacional: A Única História
Título original: The Only Story
Autor: Julian Barnes
Tradução: Léa Viveiros de Castro
Nº de Páginas: 224
Formato: eBook Kindle  
Ano de lançamento no Brasil: 2018
Editora: Rocco Digital
Gênero: Romance

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você por aqui!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique à vontade!
Bjs da Cris!