[Resenha] "Suzy e as Águas-Vivas", de Ali Benjamin



Título nacional: Suzy e as Águas-Vivas

Título original: The Thing About Jellyfish

Autora: Ali Benjamin

Tradução: Cecília Camargo Bartalotti

Nº de Páginas: 233

Formato: eBook Kindle

Ano de lançamento no Brasil: 2016

Editora: Verus

Gênero: Literatura infantojuvenil americana



Suzy Swanson, de 12 anos, é a protagonista e a narradora desta história. Diferentemente das meninas de sua idade, que estão começando a se preocupar com a aparência e com os namoros, Suzy adora dedicar seu tempo às ciências e às pequisas. Por ser diferente, ela tem dificuldade de fazer amizades, e considera Franny, a quem conhece desde a infância, sua melhor amiga. Mas Franny se distanciou para estar no grupo das meninas mais populares da escola. Sozinha e desprezada, Suzy resolve tomar uma atitude para trazer Franny de volta para o seu convívio. Mas, infelizmente, ela se atrapalha toda, pesa a mão, e só consegue distanciar ainda mais a amiga.

A situação entre elas está deste jeito quando Suzy recebe uma notícia terrível: Franny morreu afogada! Totalmente chocada, Suzy não aceita a explicação que a mãe lhe dá para aquela fatalidade: "na vida às vezes as coisas simplesmente acontecem". Num esforço para entender o que realmente aconteceu, pois Franny era ótima nadadora, Suzy se refugia no mundo silencioso de sua imaginação e passa a se dedicar à pesquisa daquilo, que para ela, foi a verdadeira causa da morte da amiga: as águas-vivas. Para Suzy, Franny foi picada por uma água-viva letal. Ao buscar mais e mais informações sobre as águas-vivas, Suzy dá inicio ao seu processo de luto, que resultará em amadurecimento e resiliência. Aos poucos ela vai entendendo que nem sempre as histórias têm final feliz, mas, em compensação, a vida continua nos proporcionando novas oportunidades, novas aventuras, novos amigos.

A ciência desempenha um papel de destaque na trama de Ali Benjamin. Além da obsessão da protagonista pela pesquisa e pelo conhecimento, há uma professora de ciências extremamente legal, que encoraja a menina e lhe transmite segurança. Além disso, o livro é configurado em seções que usam as etapas do método científico, e a trama vai se desenvolvendo dentro desses parâmetros, o que dá ainda mais credibilidade à história. 

Apesar dos muitos pontos positivos do livro, destaco um ponto negativo: a falta de atitude dos pais de Suzy, diante de alguns deslizes que a garota cometeu na ânsia de provar sua hipótese. Mas, em linhas gerais, achei "Suzy e as Águas-Vivas" uma boa leitura. 


Minha avaliação



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!