Falta...


A mãe da gente é o mais inevitável, inefugível, imprescindível, amável, 
às vezes exasperante e carente ser que, seja qual for a nossa idade, 
cultura, país, etnia, classe social ou cultura, 
nos fará a mais dramática e pungente falta 
quando um dia nos dermos conta 
de que já não temos ninguém a quem chamar de ‘mãe’. 

Lya Luft 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!