[Resenha]: "O Palácio de Inverno", de John Boyne





Geórgui Danielovitch Jachmenev é um camponês russo de 16 anos, que impediu um atentado contra a vida de um parente do czar Nicolau II. Tal gesto heroico propiciou a sua nomeação como guarda-costas de Alexei Romanov, destinado a ser o próximo czar. Assim, Geórgui deixa a vila miserável onde vivia e vai para São Petersburgo morar no Palácio de Inverno, uma das residências oficiais dos Romanov.

O livro começa em Londres, em 1981, quando o bibliotecário aposentado Geórgui Jachmenev revisa sua vida enquanto sua adorada esposa Zoia está morrendo em uma cama de hospital. Através das lembranças de Geórgui, ficamos sabendo que os Romanov foram mortos em 1918, depois que a Revolução Bolchevique acabou com o Estado Czarista. Buscando sobreviver, Geórgui e a namorada Zoia fugiram para Paris, onde se casaram, e depois se dirigiram para Londres onde se estabeleceram. As lembranças dos mais de 60 anos de vida em comum, mostram que o casal viveu uma grande aventura e que Geórgui não mediu esforços para proteger o seu grande amor. 

John Boyne usa mais uma vez o seu dom para contar uma bonita história de amor. Ele misturou fatos e personagens históricos do século XX com os seus personagens fictícios e o resultado foi uma bela ficção histórica que, como muitas outras, baseou-se no famoso mito da sobrevivência de um dos Romanov. Apesar da improbabilidade do enredo, "O Palácio de Inverno" é uma leitura muito satisfatória.



O Palácio de Inverno fica localizado em São Petersburgo.
Foi construído entre 1754 e 1762 para servir de residência de inverno
aos czares russos e suas famílias.




Título nacional: O Palácio de Inverno
Título original: The House of Special Purpose
Autor: John Boyne
Tradução: Denise Bottmann
Nº de Páginas: 453
Ano de lançamento no Brasil: 2010
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Romance histórico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!