Eu li: "Uma Longa Viagem"


"Uma Longa Viagem" traz as memórias do militar escocês Eric Lomax, e é um relato tocante sobre a Segunda Guerra Mundial. Não se deixe abater pelo início meio cansativo, quando o autor faz relatos minuciosos de suas grandes paixões: ferrovias e trens. O livro deve ser lido por ser um comovente testemunho sobre coragem, sobrevivência e perdão.

O jovem Eric Lomax se voluntaria para lutar na Segunda Guerra Mundial. De repente, em 1942, sua unidade, baseada em Cingapura, é atacada e os japoneses acabam fazendo todos prisioneiros. Uma das funções de Eric e seus companheiros passa a ser participar da construção da chamada "Ferrovia da Morte", que ligaria a Tailândia à Birmânia (atual Mianmar) e custaria a vida de mais de 250 mil homens obrigados a trabalho forçado. 

Acusado de tentar construir um rádio com seus companheiros de prisão, Eric enfrentou intensos interrogatórios e agressões violentas por vários dias. Ele resistiu e sobreviveu, mas imensamente traumatizado e com um enorme desejo de vingança contra um dos japoneses que participou da tortura. Até que, 50 anos depois, ele descobre que esse homem ainda está vivo e, apoiado por sua esposa, Patti, vai ao seu encontro numa tentativa de se reconciliar com seu passado tão doloroso.

A autobiografia inspirou o filme protagonizado por Colin Firth e Nicole Kidman, mas Eric Lomax faleceu em 2002, aos 93 anos, sem ver a estreia do filme sobre a sua vida. 

Livro: Uma longa Viagem
Título original: The Railway Man
Autor: Eric Lomax
Tradução: Solange Pinheiro
Páginas: 270
Ano de lançamento no Brasil: 2014
Editora: Planeta
Categoria:  Literatura Estrangeira - Autobiografia
Preço: R$ 36,90 (Livraria Cultura, em 22/12/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!