Eu li: "O Primeiro Telefonema do Céu"


Em certa manhã na pequena cidade de Coldwater, em Michigan, os telefones de alguns moradores começam a tocar e as vozes de pessoas que já morreram dizem que estão ligando do céu. Enquanto cada chamada é recebida de forma diferente: com amor, com zelo religioso e até com medo, Sully Harding, um pai de luto, com um filho curioso e esperançoso de receber uma ligação da mãe falecida, toma para si a tarefa de descobrir se o que está acontecendo na cidade é o maior de todos os milagres ou uma brincadeira cruel. 

"O Primeiro Telefonema do Céu", de Mitch Albom, é uma história de suspense e, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre a crença (ou descrença) na vida após a morte. Para onde vamos quando morremos? O céu existe? O fim é mesmo o fim?

Uma coisa que me emocionou na história foi a possibilidade das pessoas ouvirem os mortos.  Uma vez eu li que a primeira coisa que esquecemos dos nossos entes queridos que já partiram, é a voz. E eu quero crer que sim, pois por mais que me esforce não consigo me lembrar da voz da minha avó, da minha mãe... Será que há maneira mais profunda de se conectar com alguém do que pela voz? O autor pensa que não, e eu concordo.

Livro: O Primeiro Telefonema do Céu
Título original: The First Phone Call from Heaven
Autor: Mitch Albom
Tradução: Flávia Rossler
Páginas: 288
Ano de lançamento no Brasil: 2014
Editora: Arqueiro
Categoria:  Literatura Estrangeira - Suspense
Preço: R$ 29,90 (Livraria Cultura, em 17/12/2014) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!