Eu li: "O Rouxinol"


Em "O Rouxinol", a autora Kristin Hannah, expõe a bravura de duas irmãs, Vianne e Isabelle, na França ocupada durante a Segunda Guerra Mundial.

Isabelle vivia em Paris e Vianne no interior da França. As duas desempenharam papéis importantes na luta contra os alemães. Isabelle se juntou à Resistência e conduziu até a Espanha, pelos Pirineus, a pé, vários aviadores aliados que tiveram seus aviões abatidos pelos nazistas, para que, postos em segurança, eles voltassem a lançar bombas sobre os inimigos.  E Vianne, apesar de ter um oficial alemão aquartelado em sua casa, resgatou e escondeu em um convento, dezenove crianças judias evitando, assim, que elas fossem levadas para campos de concentração.

"O Rouxinol" está repleto de sofrimento, compaixão, romance e perigos, mas o seu grande mérito é mostrar uma parte da história raramente vista em romances sobre guerra: a ação de mulheres corajosas que lutaram contra grandes monstruosidades e trabalharam  a favor de justiça e liberdade. 

É um romance espetacular de ficção histórica, que celebra a capacidade de empatia e de resistência do espírito humano. Provoca choro durante a leitura e reflexão muito tempo depois de virar a última página. Amei.

Livro: O Rouxinol
Título original: The Nightingale
Autor: Kristin Hannah
Tradução: Claudio Carina
Páginas: 425
Ano de lançamento no Brasil: 2015
Editora: Arqueiro
Categoria:  Literatura Estrangeira / Romance
Preço: R$19,90 (em 27/02/2016, na www.amazon.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!