[Resenha] "A Casa dos Budas Ditosos", de João Ubaldo Ribeiro



Publicado em 1999, A Casa dos Budas Ditosos foi escrito por encomenda da Editora Objetiva para integrar a coleção Plenos Pecados, uma série de livros dedicada aos sete pecados capitais. Ao escritor baiano João Ubaldo Ribeiro coube o pecado-tema da luxúria, ou seja, deixar-se dominar pelas paixões. Na nota de apresentação do livro, João Ubaldo afirma que o texto publicado não é de sua autoria e que sua função foi de transcrever e editar o depoimento, gravado em fitas cassetes, e deixado anonimamente na portaria do edifício onde trabalha. Segundo essa nota, a verdadeira autora do depoimento seria uma libertina de 68 anos, que se identifica unicamente pelas iniciais CLB. 

A sexagenária deixa claro que tem a intenção de provocar tesão e relata, com detalhes e sem nenhuma culpa, as inúmeras experiências sexuais que teve ao longo da vida. A mim, no início, causou um certo estranhamento, mas o humor empregado no “depoimento sócio-histórico-lítero-pornô” acabou tornando a leitura engraçada e agradável. 

Sem hipocrisia, fazendo tudo o que lhe dá na cabeça, sem querer saber de limitações, CLB produz um relato corajoso sobre liberdade sexual e aborda assuntos polêmicos, como: racismo, feminismo, incesto, poligamia, zoofilia, homossexualidade, orgias.

Resumindo: não dá pra ler “A Casa dos Budas Ditosos” e fingir que não é nada, porque é! É inteligente, picante, engraçado, transgressor e muito provocador. 

Livro: A Casa dos Budas Ditosos
Autor: João Ubaldo Ribeiro
Páginas: 164 (Formato: eBook Kindle)
Ano de lançamento: 1999
Editora: Objetiva 
Categoria:  Literatura Brasileira / Luxúria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!