Eu li: "Se Você Me Visse Agora"


Resumidamente, em "Se Você Me Visse Agora", de Cecelia Ahern, a designer de interiores Elizabeth Egan cai de amores por Ivan, o amigo imaginário de seu sobrinho de seis anos.

Essa é a profissão de Ivan: amigo profissional imaginário. Ele tem chefe, colegas de trabalho, reuniões, relatórios e tudo mais.

A princípio, Ivan achou que seu trabalho seria apenas o de ajudar Luke, o sobrinho que Elizabeth tem a responsabilidade de criar, mas por quem não consegue expressar afeto. Mas, como Elizabeth também começa a vê-lo, Ivan resolve ajudá-la a superar seus problemas pessoais e melhorar sua vida.

O difícil deste livro é você acreditar no romance entre Ivan e Elizabeth. Afinal como amigo imaginário de uma criança, ele também não deveria ser uma criança? Pois é... mas ele não é! E isso fez as coisas ficarem meio confusas (pelo menos para mim).

Além disso, Elizabeth é descrita como uma pessoa incapaz de lidar com suas emoções, metódica, controladora e workaholic. Então, é meio difícil entender como uma pessoa assim se entrega tão cegamente à fantasia. Ela se envolve com um homem que só ela vê e nem se importa quando os colegas chamam sua atenção por estar sempre falando sozinha. Na verdade, ela está falando com Ivan, mas como ninguém mais consegue vê-lo...

O livro não é ruim. A interação entre eles é bem bonitinha. As observações e reações de Ivan a Elizabeth são bastante divertidas. E, o mais importante, o amor dos dois irá mudar a vida de todos à volta, mesmo que ninguém seja capaz de ver. A dica é ler com o coração aberto, sem preconceitos ou ceticismo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!