Mark Ruffalo na Chicago Sun-Times Splash



Segue abaixo a tradução de trechos da reportagem de Elle Eichinger sobre Mark Ruffalo, para a Chicago Sun-Times Splash. As fotos são de Ramzi Dreessen.

Na semana passada, Ruffalo ajudou a lançar a campanha 100% através de The Solutions Project, que ele co-fundou. O objetivo da campanha é tornar a energia limpa acessível e disponível para 100 por cento da população [...].

E ele não para na energia. Original de Kenosha, Wisconsin, Ruffalo sempre teve uma profunda ligação com a natureza - e foi o Lago Michigan que serviu de inspiração para a limpeza da água: ele fundou, em 2012, a Water Defense,  uma organização sem fins lucrativos.

"Crescer no Lago Michigan foi a coisa mais importante para mim", diz o ator. "Eu morava por lá quando ele foi realmente poluído - Eu costumava ver os peixes deformados e lixo flutuando... Me dei conta que essas coisas precisavam ser protegidas [...]"

É certo que Ruffalo tem uma vantagem sobre o resto de nós meros mortais: o seu poder de estrela e celebridade."Por alguma razão, quando você é um ator sua voz tem um alcance maior", diz ele. "Há esses holofotes que posso agarrar e colocar o foco em alguém que tem algo importante a dizer, [ou] que tem uma mensagem que eu acho que deveria estar fora do mundo.  Escute, as pessoas que não querem a mudança ou que estão presas no passado ou que, por qualquer motivo egoísta, querem nos manter viciados em combustíveis fósseis, fazem muito barulho sobre mim - então eu devo estar fazendo a coisa certa. Se as pessoas estão atacando você, então provavelmente você está fazendo um trabalho bem feito."


Com um quarto de século de carreira - ou mais, considerando que realmente começou quando ele viu Marlon Brando em "Um Bonde Chamado Desejo" e sabia que queria ser como ele - Ruffalo conseguiu chegar ao topo. Elogiando o seu mais recente desempenho em "Infinitely Polar Bear", a Rolling Stone o chamou de "um dos melhores atores do planeta". Ainda um outro elogio o trouxe de volta às suas raízes Centro-Oeste: Ruffalo recebeu o Gene Siskel Film Center’s Renaissance Award, em Chicago, no início deste mês. 

Tendo subido ao topo nas telas, Ruffalo está concentrando sua atenção cada vez mais nos bastidores: Ele está desenvolvendo um programa de TV baseado no livro "I Know This Much Is True", e foi o produtor executivo de "Infinitely Polar Bear".

"É um pouco mais difícil", diz ele sobre os papéis por trás das câmeras. "Você está sempre em movimento quando está dirigindo um filme; nunca há realmente tempo ocioso. A duração de filmagem e preparação são mais longas. Mas eu gosto de colaboração. Eu gosto de ver as pessoas no seu momento melhor e mais criativo". 

É um testemunho das duas verdadeiras paixões de Ruffalo: Ele está avidamente empenhado em fazer a sua parte em prol do meio ambiente, e é alimentado pela arte da criação de filmes - seja um filme de ação de grande sucesso ou um drama de cortar o coração. Além disso, estar por trás das câmeras tem suas vantagens: "É uma das minhas coisas favoritas", diz ele, "passando pelo trailer de cabelo e maquiagem de manhã e não ter que parar por lá. Eu posso aparecer, no entanto eu quero olhar e me concentrar apenas na produção cinematográfica e nada mais. Isso é um pouco do céu na Terra."


Um comentário:

  1. Preciada Cris, muchas gracias por tu blog! Adoro a Mark desde hace años y admiro su trabajo en el cine y por el ambiente. Pienso que soy una de sus mayores fans en Cuba. ¡Gracias por mantenernos informados y compartir tu pasión!

    ResponderExcluir

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!