Eu li: "A Balada de Adam Henry"


Fiona Maye é juíza do Tribunal Superior especializada em direito de família. Ela é conhecida por sua grande inteligência, imparcialidade e sensibilidade, mas seu sucesso profissional esconde fracassos e tristezas na vida privada. Prestes a completar 60 anos, ela lamenta não ter tido filhos e vê seu casamento de 30 anos desmoronar.

Em meio à crise doméstica, ela tem de lidar com um caso urgente: deve ir contra ou a favor do hospital que quer tratar o jovem Adam Henry contra o seu desejo? Por motivos religiosos, o belo e sensível rapaz de dezessete anos de idade, que sofre de leucemia, não quer se submeter a uma transfusão de sangue que poderia salvar sua vida. Seus pais, que também são testemunhas de  Jeová, compartilham e apoiam a resistência do filho. Por conseguinte, depende inteiramente da juíza decidir o peso que dará aos desejos do rapaz. 

Diante de um caso com circunstâncias tão especiais, Fiona quebra o protocolo jurídico e decide ouvir o próprio Adam Henry no hospital. 

O encontro dos dois vai despertar em Fiona sentimentos há muito enterrados e no rapaz, novas e poderosas emoções. Ao final, o veredito da juíza trará importantes conseqüências para ambos.

Livro: A Balada de Adam Henry
Título original: The Children Act
Autor: Ian McEwan
Tradução: Jorio Dauster
Páginas: 196
Ano de lançamento no Brasil: 2014
Editora: Companhia das Letras
Categoria:  Literatura Estrangeira / Romance 
Preço: R$37,90 (em 12/06/2015, na Amazon.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade! Mas, seja gentil, ok!
Mensagens ofensivas não serão publicadas.
Bjs da Cris!