Eu li: "O Primeiro Dia"


Adrian é um astrônomo que dedica sua vida à procura da mãe de todas as estrelas, a primeira a brilhar no céu, milênios atrás, no nascimento do universo. Keira é uma arqueóloga cuja meta é a descoberta do fóssil do primeiro ser humano a caminhar sobre a Terra.

Um misterioso objeto encontrado em um vulcão adormecido na África, une os dois e irá mudar para sempre as suas vidas.

O objeto, que Keira ganhou de presente e usa como um pingente pendurado no pescoço, é um dos pedaços de um mapa do céu que existiu há milhões de anos. Os cientistas acreditam que a reunião de todos os pedaços produzirá uma representação do céu noturno com suas estrelas como ele se apresentava aos olhos de um observador na Terra há 400 milhões de anos. Nos tempos atuais, essa representação ajudaria a esclarecer dados sobre a origem da humanidade e sobre o nascimento do universo, perguntas que intrigam a todos desde o início dos tempos.

Logo ficará claro para o casal que eles não são os únicos interessados e que existe gente disposta a tudo para conseguir os pedaços do antigo mapa. Pessoas que estão sempre em seus calcanhares. Com a curiosidade científica aguçada, Keira e Adrian ignoram a própria segurança e partem em busca dos outros fragmentos numa viagem por diversos lugares  do mundo. 

"O Primeiro Dia", de Marc Levy, é um história intrigante recheada de aventuras e protagonizada por um casal de cientistas apaixonado, mas me decepcionou chegar ao final do livro, de mais de 350 páginas, e descobrir que a história não termina ali, e que há uma segunda parte em um outro livro chamado "A Primeira Noite", que  precisarei comprar se quiser saber o final desta aventura... 

Livro: O Primeiro Dia
Título original: Le Premier Jour
Autor: Marc Levy
Tradução: Jorge Bastos
Páginas: 367
Ano de lançamento no Brasil: 2012
Editora: Objetiva
Categoria:  Literatura Estrangeira - Romance - Aventura
Preço: R$ 9,90 (Amazon, em 24/02/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!