"Meu Pedacinho de Chão" vai deixar saudade


A novela das seis da Rede Globo, "Meu Pedacinho de Chão" está chegando ao final e vai deixar saudade, ao menos para mim.

Eu gosto muito do universo lúdico e colorido da obra. Uma releitura cheia de fantasia da obra escrita por Benedito Ruy Barbosa, em 1971 (primeira novela das seis da Globo). A direção geral, e brilhante, é de Luiz Fernando Carvalho.

Amo a emoção à flor da pele que há na novela. Todo dia uma lágrima rola! Me encanta o apuro estético: a beleza dos cenários e dos figurinos. E, principalmente, adoro a ideia do 'não há limite para o amor', que encontramos na paixão do bronco capanga Zelão (Irandhir Santos) pela professorinha Juliana (Bruna Linzmeyer), que mais parece uma bonequinha de cabelos cor de rosa.

Ao meu ver, Zelão é o personagem mais fascinante da novela. O talento de Irandhir Santos é um escândalo! Fiquei tão fã do ator, que estou 'devorando' sua filmografia. Quanto talento! Benza Deus!


As cenas entre Juliana e Zelão são poéticas e a sintonia entre os atores é incrível! Que belo casal!






Crédito dos gifs: novelasbr.tumblr.com

Comparada às novelas tradicionais, "Meu Pedacinho..." representa um  novo caminho, um novo respiro. Que outros trabalhos inspirados neste voltem a acontecer. E que Irandhir Santos não demore muito a voltar para o nosso convívio. Já estou com saudade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!