Eu li: "A Invenção das Asas"


O romance "A Invenção das Asas", de Sue Monk Kidd, é inspirado na história real de Sarah e Angelina Grimké, irmãs que nasceram na aristocracia poderosa e abastada de Charleston, na Carolina do Sul (EUA). Elas viveram durante os anos 1800 e foram as primeiras agentes femininas abolicionistas e uma das primeiras pensadoras feministas americanas. 

Sarah, a irmã mais velha, foi presenteada no seu décimo primeiro aniversário, com uma escrava de apenas 10 anos, que seria sua dama de companhia. O nome da menina/escrava era Hetty Encrenca Grimké. Sarah não aceitava a escravidão e tentou recusar o presente, mas seus pais dominadores disseram que não.

O romance é uma mistura inteligente de realidade e ficção. Ao contrário de Sarah Grimké, cuja história a escritora retirou de um extenso material biográfico, Encrenca foi imaginada por ela. Uma escrava chamada Hetty/Encrenca foi de fato dada a Sarah Grimké, mas esta escrava morreu na infância e nada mais se sabe sobre ela.

"A Invenção das Asas" é uma incessante busca pela liberdade e pela igualdade. Sarah é uma garota branca que sonha em ser advogada e acabar com a escravidão. Encrenca é uma garota negra que sonha em ser livre. Apesar de tão diferentes, ambas queriam a mesma coisa, mas estavam presas às convenções da sociedade em que viviam.  Por meio de capítulos narrados  alternadamente por Sarah e por Encrenca, nós acompanhamos as duas ao longo de 35 anos e presenciamos a coragem e o poder de superação presente em cada uma delas.

Gostei muito da leitura e a única ressalva que faço ao livro diz respeito aos inúmeros errinhos ortográficos que encontrei em suas páginas. 

Livro: A Invenção das Asas
Título original: The Invention of Wings
Autor: Sue Monk Kidd
Tradução: Flávia Yacubian
Páginas: 324
Ano de lançamento: 2014 
Editora: Paralela
Categoria: Literatura Estrangeira / Romance 
Preço: R$ 25,40 (Livraria Saraiva, em 22/02/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!