Precisamos encarar que nada é para sempre...


Viver não é seguro.
Viver não é fácil.
E não pode ser monótono.
Mesmo fazendo escolhas aparentemente definitivas,
ainda assim podemos excursionar por dentro de nós mesmos
e descobrir lugares desabitados onde nunca colocamos os pés,
nem mesmo em imaginação.
E estando lá, rever nossas escolhas e recalcular a duração de "pra sempre".
Muitas vezes o "pra sempre" não dura tanto quanto duram nossa teimosia
e receio de mudar.

Martha Medeiros

Crédito da imagem: Tom DiMatteo

Um comentário:

  1. Oi querida, nada é eterno, tudo acaba um dia, mas o importante é aproveitar as coisas quando elas estão lá.

    ResponderExcluir

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade! Mas, seja gentil, ok!
Mensagens ofensivas não serão publicadas.
Bjs da Cris!