Eu assisti: "Ferrugem e Osso"


Confesso que o filme do diretor francês Jacques Audiard me assustou um pouco pela forma seca e aparentemente insensível de mostrar a relação redentora entre Stephanie (Marion Cotillard) e  Ali (Matthias Schoenaerts).

Ela, uma adestradora de baleias de um parque aquático, que sofre um grave acidente durante um show e perde as pernas. Ele, um ex-boxeador falido, pai solteiro, que para fazer face às despesas faz pequenos trabalhos, inclusive lutar na rua.

São duas pessoas aparentemente incompatíveis, mas que juntas encontrarão uma saída para amenizar a fragilidade da deficiência física dela, e a falta de afeto e a violência dele. Ambos encontrarão o caminho do renascimento depois de quase sucumbirem aos duros golpes da vida.
  
O filme é intenso e surpreendentemente comovente. Não há como não mencionar as interpretações impecáveis de Marion Cotillard e Matthias Schoenaertso, e o efeito visual que garante as lesões de Stephanie. Totalmente crível e convincente. Grande realismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade! Mas, seja gentil, ok!
Mensagens ofensivas não serão publicadas.
Bjs da Cris!