Exemplo de coragem e lucidez...


Malala Yousafzai, 16 anos, foi baleada pelo Talibã do Paquistão, em outubro do ano passado, por defender o direito de meninas frequentarem escolas. Depois do atentado, Malala foi levada para a Grã-Bretanha para receber tratamento médico. Hoje, por não se sentir segura em voltar para sua terra, ela e sua família vivem em Birmingham, na Inglaterra.

Semana passada, durante seu discurso na ONU, o primeiro discurso público depois do atentado, Malala pediu que políticos ajam para garantir que todas as crianças tenham o direito de ir à escola.

Ela disse ainda que os extremistas temem os livros e temem também as mulheres. Livros e canetas, segundo a jovem, são as armas mais poderosas contra o terrorismo.

"Uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo", afirmou.

A jovem paquistanesa, que foi baleada na cabeça e no pescoço pelo Talibã por exigir educação para meninas, será tema de um documentário, dirigido por Davis Guggenheim, que ganhou um Oscar pelo documentário ambiental de 2006, "Uma Verdade Inconveniente", com o ex-vice presidente norte-americano Al Gore. O filme está programado para ser lançado no fim de 2014.

Fontes: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!