Eu assisti: "Amor"


"Amor", do diretor Michael Haneke, é um filme ao mesmo tempo delicado e forte, sobre um tema angustiante: o ocaso da vida. 

Dois professores de música aposentados, George (Jean-Louis Trintignante) e Anne (Emmanuelle Riva), veem suas vidas mudarem radicalmente depois que ela passa por uma cirurgia que deixa sequelas. O lado direito do seu corpo fica paralisado. A dedicação do marido diante do rápido declínio físico e mental da esposa é comovente. Rapidamente o estado de saúde da idosa vai se complicando e a gente acompanha o triste desgaste de ambos e a chegada implacável do fim da vida.

Concordo com o crítico Marcelo Perrone, do Zero Hora, que escreveu: "Com impacto e sem filtros, Haneke e seus estupendos atores mostram que amar também é completar e compreender palavras que não conseguem mais serem ditas, é compreender o outro por um olhar que se apaga, é ter muita, mas muita coragem para fazer com que esta caminhada a dois tenha um desfecho digno."

Vale a pena assistir. Mas não se esqueça de levar o lencinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade!
Bjs da Cris!