♫ Eu te amo calado... ♫


o muro quase branco pede um testemunho grafitado
a mesa poeirenta pede um poema rabiscado com o dedo
o carro sujo pede um Vilma ama João no vidro traseiro
a areia de praia pede um coração desenhado com pedaço de pau

mas a onda apaga todas as declarações impulsivas
a mangueira limpa as confissões automotivas
o poema some no perfex da criada
e o grafite é condenado pela prefeitura

duram mais os amores silenciados

Martha Medeiros

Um comentário:

  1. CRIS! PODEM ATÉ DURAR MAIS OS AMORES SILENCIADOS,MAS SOFREM MAIS TAMBÉM!O POETA,ELE É UM SOFREDOR!ELE MESMO DIZ ISSO ! POR ISSO AME MAIS,COLOQUE SEU AMOR PARA FORA,SEJA FELIZ! DIGA QUE AMA.SÓ ASSIM VOCÊ VAI SER REALMENTE FELIZ,MESMO QUE A PESSOA NÃO RETRIBUA ,NÃO SINTA O MESMO PELA GENTE ,VALE A PENA CORRER O RISCO.ORGULHO OU MEDO NÃO LEVAM A LUGAR NENHUM. NUNCA DEVEMOS GUARDAR OS SENTIMENTOS DENTRO DE NÓS,O AMOR PRINCIPALMENTE QUE SENTIMOS POR ALGUÉM.BEM ISSO É O QUE EU PENSO, AMIGA!UM BEIJO MARCIA BABY.

    ResponderExcluir

Muito legal ter você aqui no nosso "News"!
Quer deixar um recadinho, comentário, sugestão?
Fique a vontade! Mas, seja gentil, ok!
Mensagens ofensivas não serão publicadas.
Bjs da Cris!